15/02/09

MIGUEL-MANSO. Um poeta a descobrir, já!

As "Quintas de Leitura" receberão no dia 9 de Julho o poeta Miguel-Manso numa sessão intitulada "Quando Escreve Descalça-se".
Em estreia absoluta neste blogue, alguns poemas deste jovem e genial poeta:

MEDITAÇÃO

o amor é como o trigo
a alguns já lhes chega em pão
mas se no momento antigo
o amor é sol vento e chão

esses sabem-no pela televisão

x - x

PROVISÃO DE HÁFIZ

os nomes
os navios
as águas

estão a sentir?

x - x

FOTO DE BREVE EXPOSIÇÃO

repartimos a regueifa de Pardilhó com as formigas de Odeceixe

x - x

CADERNO DA BIBLIOTECA

ser poeta sei agora
é mais do que usar amiúde
a palavra fímbria

x - x

Tudo isto e muito mais, num livro fascinante de Miguel-Manso ("Quando Escreve Descalça-se"), editado pela editora TRAMA.

2 comentários:

Anónimo disse...

Gostei dos poemas, em especial do primeiro, é incrível, aconteceu comigo e, ao ler o texto, senti a grande força disso. Obrigado, genial poeta.

Patrícia Campos disse...

:)